[Resenha] Austenlândia — Shannon Hale

Capa Austenlândia V2 RB.aiJane Hayes tem 33 anos e mora na Nova York atual. Bonita, inteligente e com um bom emprego, ela guarda um um segredo constrangedor: é verdadeiramente obcecada pelo Sr. Darcy. Embora sonhe com ele, os homens reais com os quais se depara são muito diferentes dos que habitam sua fantasia. Justamente por isso, ela decide deixar de lado sua vida amorosa e aceitar seu destino: noites solitárias aconchegada no sofá assistindo a Colin Firth em seu DVD. Porém, esses não são os planos que sua rica e velha tia-avó Carolyn, tem para a moça. A única a descobrir o segredo de Jane deixa, em seu testamento, férias pagas para a sobrinha-neta na Austenlândia. A ideia é que Jane tenha uma legítima experiência como uma dama no início do século XX e consiga se livrar de uma vez por todas de sua obsessão. Contudo, para isso, ela terá que abrir mão do celular, da internet e até do uso de sutiãs em troca de tardes de leitura, espartilhos e… a companhia de belos cavalheiros. 

Saraiva Amazon 

Editora: Record     ano: 2014     Páginas: 240     autor: Shannon Hale

Quando comecei a ler Austenlândia, minhas expectativas estavam muito altas. Bem, e como não estariam? Como leitora assídua de romances de época, ler um livro que revive o século XIX (dezenove), em contraste com nossa época, era realmente algo a se esperar muito. Por isso, e só por isso, ele me decepcionou um pouquinho.

Jane Hayes é uma americana bonita, com um emprego aceitável. No entanto, aos 33 anos, continua sozinha. Ah, e o que tem de errado nisso, né? O problema é que Jane está obcecada (embora deteste admitir isso), pelo Sr. Darcy. Passando suas noites assistindo Orgulho e Preconceito, revendo os olhares trocados por Lizzy e o Sr. Darcy, naquela versão da BBC, onde o maravilhoso Colin Firth o representa. Jesus! Até eu sofro desse mal.

Jane via e revia a parte em que Elizabeth e o Sr. Darcy olham um para o outro por cima do piano e há aquele estalo, e o rosto dela se suaviza, e ele sorri, com o peito arfando como se fosse inspirar a imagem dela, e os olhos dele brilham tanto que você até pensa que ele vai chorar… Ah!

E se não bastasse isso, Jane procura pelo irresistível personagem em todos os caras que namora. E, claro, quando comparados, nunca superam as expectativas, e a pobre Jane continua só, embarcando em outras jornadas amorosas, em busca do tão esperado romance arrebatador.

Desiludida com tantas decepções, ela decide que agora basta. Já chega de homens e suas ilusões. Está na hora de colocar os pés no chão e seguir em frente, sem o Sr. Darcy ou qualquer outro homem que apareça.

— [Orgulho e Preconceito] Além de inteligente e engraçado e talvez o melhor romance já escrito, também é a história de amor mais perfeita da literatura, e nada na vida consegue chegar aos pés dela, então passo meus dias mancando à sombra dela.

E tudo ia bem, ou pelo menos ficaria, com o passar do tempo, quando sua tia-avó Carolyn morre, e a deixa no testamento. Bem, as duas nunca foram próximas, então não era de se esperar nada tão grandioso. Porém, a surpresa foi maior: tia Carolyn a havia deixado uma viajem para Austenlândia, o lugar de seus sonhos, ou seriam pesadelos?

Depois de muito refletir, Austenlândia, em Pembrook Park, na Inglaterra, parecia ser o ponto final perfeito para abandonar sua obsessão. Jane embarcaria nessa aventura, viveria o tão sonhado século dezenove e sairia de lá curada, deixando o maravilhoso Sr. Darcy para trás, e com ele, tudo que estava relacionado a homens.

Em Pembrook Park, Jane Hayes se torna a Srta. Jane Erstwhile, sobrinha de Sir John Templeton e Lady Saffronia, duas pessoas que ela nunca havia visto na vida. Suas calcinhas e sutiãs foram substituídos por espartilhos desconfortáveis e calçolas nada práticas, e o meio urbano tumultuado deu lugar ao ambiente campestre, repleto de colinas e arvores frondosas. Lindo, maravilhoso, porém, nem um pouco real. No meio de todo aquele faz de conta, com mulheres carentes pagando horrores para se sentirem o centro das atenções de atores usando coletes de gola alta, casacos com cauda e até costeletas, Jane se sentia sufocada, patética e desiludida.

O livro é muito bem construído, a protagonista é divertida, espirituosa e faz muito papel de trouxa. Sério, me imaginei no lugar dela, sofrendo as mesmas desilusões, a procura do cavalheiro de época que mora nos romances.

Quando ela se deu uma pausa para absorver a ideia, a verdade lhe pareceu tão destruidora quanto a descoberta sobre o Papai Noel aos 8 anos. Não existe Sr. Darcy. Ou, mais precisamente: O Sr. Darcy seria na verdade um idiota chato e pomposo.

O final teve uma reviravolta e tanto, e eu gostei. Bem, foi no mínimo inusitado e um pouco confuso, mas, rá, a Jane ficou com quem eu queria. Já o meio do livro foi maçante, embora demonstre bem como verdadeiramente era a vida das ladies do século dezenove: um completo tédio, dividido entre bordado, conversas supérfluas e caminhadas com vestidos pesados, sujando a barra no campo molhado. Fiquei decepcionada porque esperava por bailes, e só teve um, no singular, um dia antes da protagonista partir do conto de fadas.

No mais, achei Austenlândia encantador, com aquela pitada de desilusão e ótimas referências aos livros de Jane Austen. É uma leitura leve e descontraída que completei em dois dias. Pois é, eu estava mesmo desesperada por um livro assim.

E para terminar a resenha, esse é o trecho que descreve perfeitamente o que sinto quando leio algum romance de época arrebatador (não só os da Austen):

E Orgulho e Preconceito era o romance mais maravilhoso e emocionante de todos os tempos, do tipo que penetrava a alma de Jane e a fazia tremer.

Anúncios

Avisos e o Que Vai Mudar No Blog

Oioi gente!

Eu ando meio sumida. Parei com as tags e estou atrasada com as resenhas, mas é porque:

1° Meu celular faleceu na tarde de terça-feira (04/07), e antes disso ele estava travando muito.

2° Como a maioria dos meus livros são em formato digital, acabei atrasando minhas leituras e, consequentemente, as resenhas.

3° Todos os contos adiantados do “Amores e Outras Bobagens”, estava nas notas e não tenho backup, então vou reescrevê-los, no entanto, como vou entrar em semana de prova (do dia 10/07 até 21/07), provavelmente não terei tempo de reescrevê-los esse mês.

4° O Desafio Minimalista continua e eu postarei os relatórios atrasados assim que possível.

Sério gente, sinto muito mesmo. Meu celular faleceu justamente na semana que eu estava de TPM e até chorei. Foi patético e parecia com aquelas cenas de livro/filme, onde a mocinha está no fundo do poço, com o vestido de baile rasgado depois de tropeçar em uma poça de lama. O grande problema é que não tinha vestido de baile, nem poça de lama, eu estava chorando por uma coisa supérflua, o que me deixava ainda mais triste e decepcionada comigo mesma, e me fazia chorar mais.

Trágico!

Mas agora está tudo resolvido, comprei outro celular parcelado, para pagar durante umas duas vidas. Os posts voltarão normalmente, depois do dia 21/07 (por causa da minha semana de prova), e como eu estarei de férias, poderei colocar a leitura em dia e adiantar os contos perdidos de Amores e Outras Bobagens.

Agora vamos às mudanças:

1° Em agosto vou iniciar um passaporte literário e conto com a participação de vocês. Vou divulgar mais informações no final desse mês.

2° As resenhas serão postadas todos os domingos; tags e demais matérias nas quartas-feiras. Vou fazer um esforço para seguir esse cronograma a risca.

3° Também em agosto (provavelmente à partir do dia 20), vai ter início uma nova coluna, onde vou trazer e-mails relevantes e respondê-los no A&V. Então, é só me mandarem um e-mail que dependendo do conteúdo, montarei um post a respeito.

4° Estou amadurecendo a ideia de criar um canal literário. Meus amigos estão apoiando, mas estou com um pé atrás quanto a isso. Fiquem à vontade para me mandar suas opiniões.

Bem, é isso. Espero que compreendam e não fiquem chateados, mas é que as vezes conciliar a vida acadêmica, leitura atrasada e vida pessoal, é tão difícil que a cabeça trava e não consigo fazer tudo ao mesmo tempo.

 

Livros Para Dias Frios

Oioi gente!

Como está o clima na cidade de vocês? Onde moro está muito frio e o único jeito de sobreviver é tomando muito chocolate quente e ficando enroladinha debaixo do cobertor. Aproveitando esse clima gostoso para ficar na cama até tarde, vou indicar meus livros preferidos para enfrentar o frio:

1° Razão e Sensibilidade, Jane Austen

Submarino – Amazon

Todo mundo fala de Orgulho e Preconceito e eu nunca ouço falar de Razão e Sensibilidade, que é outro livro maravilhoso da Jane Austen. Tem até o filme na Netflix.

O livro foi o primeiro romance da autora, publicado em 1811, e retrata a vida de duas irmãs, Elinor e Marianne, com personalidades diferentes e que enfrentam vários obstáculos diante de uma sociedade injusta que só valoriza os que tem fortuna. Elinor é sensível e Marianne, insensata, agindo por impulso e deixando suas emoções dominarem suas atitudes.

É do livro Razão e Sensibilidade o famoso trecho que vive circulando nas redes sociais:

“Não é o tempo nem a oportunidade que determinam a intimidade, é só a disposição. Sete anos seriam insuficientes para algumas pessoas se conhecerem, e sete dias são mais que suficientes para outras.”

2° De Paris, Com Amor, Lino de Albergaria – Resenha

96441

Submarino – Saraiva

De Paris, Com Amor é sem dúvida um dos livros mais lindos que já tive a honra de ler. A obra é composta por cartas, inicialmente endereçadas a Paulo Sérgio por uma admiradora secreta, depois ele começa a respondê-las, embarcando em uma aventura entre postais, usando como fundo a cidade do amor, Paris.

“Paulo Sérgio, me diga, o que a gente poderia estar fazendo sobre esta ponte, lá em Paris?

Será que você é capaz de sonhar como eu?”

3° Pollyana, Eleanor H. Porter – Resenha

download

Saraiva – Submarino

Pollyana é indicado para derreter o gelo no coração, porque não há quem resista ao charme dessa garotinha.

Após ficar órfã, Pollyana é enviada a casa da tia, a amargurada Polly Harrington, e acaba conquistando todas as pessoas ao seu redor, com carisma e a incrível brincadeira do contente.

“Veja, quando você está procurando coisas para ficar contente, você se esquece das outras coisas.”

4° Coroa de Ferro & Trono de Espinhos, Alana Gabriela

Coroa de ferro e Trono de espinhos

Amazon

Coroa de Ferro & Trono de Espinhos é um livro da Alana Gabriela, parceira do A&V. Ele foi atualmente aceito por uma editora e vai ganhar formato físico. Eu amo livros de fantasia, principalmente quando tem personagens femininas fortes, e esse tem os dois.

Então, se você curte tramas medievais eletrizantes, esse é o livro certo para ler enrolado no seu edredom.

Em Coroa de Ferro e Trono de Espinhos, a A Bela e a Fera, Édipo Rei e Aquiles se encontram num universo repleto de ação, segredos, mistérios e romance.”

5° Lembranças da Meia-Noite, Sidney Sheldon

894476

Saraiva Submarino

Lembranças da Meia-Noite é a continuação de O Outro Lado da Meia-Noite, mas eu não fazia ideia disso quando iniciei a leitura, por isso li esse primeiro. Não tive problema ao ler fora da ordem, dá para compreender do mesmo jeito. No entanto, se soubesse que tinha um livro antes desse, não perderia a oportunidade de ler.

O livro é maravilhoso, a trama é um suspense muito bem elaborado pelo mestre Sidney Sheldon e marcou a minha entrada nesse mundo lindo que são os livros do gênero.

Ele conta a história de Catherine, que foi salva por irmãs de um convento e não se lembra de absolutamente nada da sua antiga vida. Vivendo reclusa no convento desde o acidente, sua vida muda quando o misterioso Constantin Demiris aparece repentinamente.

Bem, é isso. Espero que vocês tenham gostado ❤

 

 

1º Concurso LuvBook Em Parceria Com a Ler Editorial

Oioi gente!

Vocês já conhecem o Luvbook? O Luvbook é uma plataforma nacional de autopublicação, focando no autor nacional. Legal, né? Eu sei que tem vários sites que ajudam os escritores quando o assunto é publicar seus livros, por isso é bom ver um focado na literatura nacional.

Se vocês não conheciam, agora é a hora. O Luvbook, em parceria com a Ler Editorial, vai lançar 4 autores em uma coletânea (livro físico). Que tal ter a oportunidade de publicar seu livro gratuitamente?

Para participar vocês precisam:

1. Entrar na plataforma da Luvbook em seu navegador através do celular, tablet ou desktop:

2. Curtir no facebook as páginas do Luvbook Brasil e da Ler Editorial.
– Luvbook Brasil: www.facebook.com/LuvBookBr/
– Ler Editorial: www.facebook.com/lereditorial/

3. O tema da história deve ser sobre Amizade.
Por exemplo você pode escrever sobre amigos de escola, amigos de trabalho, amigos de longa data, amigos inseparáveis, turma de amigos, podem ser amigos que virem namorados, etc.
– Deve ser inédito e em português;
– Deve se passar em um contexto contemporâneo;
– Deve ser para o público “New Adult” que são pessoas de 18 à 25 anos;
– Deve ter entre 50.000 e 90.000 caracteres (sem espaço);
– Não pode ser erótico/Hot (classificação +18 na Luvbook).

4. Cadastro do livro na Luvbook.
– Categoria do livro: New Adult
– Usar a tag: #1ConcursoLuvBook
Após cadastrar o livro valide que ele é exibido na biblioteca, filtrando pela categoria e tag .

5. Ter publicado a história até o dia 20 de Setembro de 2017.

6. Para participar não pode ser mediador do LuvBook, Ler Editorial ou Blogs parceiros. Nem ser parente de nenhum membro do juri.

LINK DO CONCURSO

É muito importante que vocês divulguem suas histórias, pois além das quatro histórias selecionadas para publicação, outras oito serão escolhidas para cada um dos critérios abaixo, que ganharão um Certificado e também um Selo de Visibilidade no Perfil e todos terão as obras divulgadas na página do Concurso, e no Facebook do Luvbook.

As Mais Irresistíveis – Histórias mais visualizadas;
Escolhidas pelo Público – Histórias com mais votos;
As Mais Populares – Histórias mais comentadas;
As Mais Mais – Histórias mais adicionadas às bibliotecas dos Luvbookers.

Os vencedores serão anunciados no dia 20 de Outubro de 2017 através do facebook da Luvbook e Ler Editorial e também dentro da Plataforma no menu Concurso.

Por isso, quem ficou sabendo do concurso pelo blog, fanpage ou Instagram, me mande o link que o A&V ajudará na divulgação de todas as formas possíveis, okay? O importante é lutar pelos sonhos de todos vocês ❤

WhatsApp Image 2017-05-23 at 9.01.34 AM.jpeg

Projeto Pegaí lança 4ª edição de “Contos e Crônicas do Absurdo”

O projeto PEGAÍ – Leitura Grátis – está comemorando seu 4° aniversário e vai patrocinar o lançamento da 4ª edição do primeiro livro publicado por Rô Mierling (autora de Diário de Uma Escrava), Contos e Crônicas do Absurdo.

Mais de 6.000 exemplares já estão sendo distribuídos em pontos estratégicos gratuitamente para estimar a leitura.

Esse livro vai rodar em milhares de mãos, gratuitamente, contando histórias de realidades e descobertas em um mundo não cor-de-rosa contados pela escritora dark Rô Mierling.

Para mais informações é só clicar aqui.