[Resenha] Antes Que o Tempo Acabe — L. A. Melo

af01f0_0d293439295448059696be117d1f2a52-mv2_d_1890_2717_s_2Claire Withley, uma eximia nadadora, tem uma vida aparentemente perfeita e está prestes a subir mais um degrau em sua vida profissional quando uma terrível doença cruza o seu caminho. Com a estimativa de oito meses de vida, sem seu namorado e com os laços da família se corroendo, ela terá apenas a companhia de Lisa e Albert Louis “Alo” Watson, um misterioso estudante de psicologia que a conhece por intermédio de duas perguntas: Claire viverá o tempo que lhe resta em forma de grandes aventuras ou abdicará de seus direitos se entregando totalmente para dor? Ela terá que conhecer a si mesma para responder as duas perguntas que lhe assombram, antes que o tempo acabe.

Páginas: 296     Ano: —    Autor: L. A. Melo

Young EditorialSkoobFanpage – Trailer Book

Antes Que o Tempo Acabe narra a história de Claire Withley, uma adolescente de 16 anos, com uma imensidão de sonhos pela frente. Claire é uma exímia nadadora, mas sua paixão secreta é a arte. Tendo em mãos telas brancas e as mais diversas cores, a protagonista se sente livre, podendo expressar todos os seus mais profundos sentimentos.

É em um desses momentos de pura entrega a arte que Claire conhece Albert Louis Watson, ou somente Alo, um estudante de psicologia que aparece na sua porta e lhe faz a pergunta que muitas pessoas passam a vida procurando uma resposta:

Você é feliz e livre?

Claire era feliz e livre? Tinha uma família boa, claro. Mas será que só aquilo bastava? Acredito que essa seja uma questão constante nas nossas vidas. Sempre escutamos um “você tem que ser grato pela família que tem”, o problema é que ninguém nota que só isso não basta. Precisamos de liberdade, de poder realizar nossos sonhos e travar nossas batalhas. Uma boa família que corta as asas do filho, não te faz necessariamente feliz ou livre.

Deixando esses pensamentos de lado, Claire se concentra no seu mais importante objetivo do momento: ter uma boa colocação no campeonato de natação que está participando.

No entanto, sendo nosso futuro tão incerto, ela vê seu mundo aparentemente perfeito sucumbir quando é diagnosticada com uma doença degenerativa que transforma sua vida e a de todos ao seu redor. A garota bonita, alegre e com um futuro inteiro pela frente, recebe a notícia que tem cerca de oito meses de vida.

“Eu não consigo entender a vida e também não consigo entender a morte, mas entendo que entre ambas há um meio termo, o sofrimento que todo ser humano sente ou sentirá ao menos uma vez na vida. E tento pensar se depois que eu não suportar mais só deixarei de existir e ponto.”

Com o namoro arruinado e a família abalada, são Alo e Lisa, sua melhor amiga, que a ajudarão a enfrentar a doença.

Desde que o Alo apareceu na porta de Claire eu sabia que gostaria dele. Sempre muito divertido e com todo seu jeitão nerd, o estudante de psicologia me tirou várias gargalhadas. E o mais importante: Albert está presente e apoiando Claire nos momentos difíceis.

É difícil receber a notícia que você irá morrer em breve, sem ter chance de realizar todos os seus sonhos, mas é bem mais terrível para os que ficam e tem que suportar a dor.

Inicialmente tive receio quanto a leitura, afinal, contar sobre a vida de uma pessoa que possui uma doença incurável é complicado. É como andar sobre uma uma corda bamba, amarrada entre dois penhascos: se bobear irá cair. No entanto o autor mostrou ter um bom senso de equilíbrio.

Um ponto que vale ressaltar é o amadurecimento do autor no decorrer da escrita. O início foi um pouco maçante e em algumas partes a protagonista se mostrou fútil e mimada, mas então a escrita foi mudando, houve uma entrega do Lucas à história, trazendo mais vida e realismo. Achei que talvez os fatos pudessem ser menos corridos e que algumas palavras usadas para descrever um gesto ou sentimento não tiveram uma boa colocação no livro. Trazer conhecimento e palavras novas por meio da leitura diversifica nosso vocabulário, mas tem que ter sempre a preocupação de ler e pedir uma segunda opinião para saber se as palavras usadas se encaixam na frase.

Não é meu tipo preferido de leitura, mas aos poucos, página por página, Antes Que o Tempo Acabe foi me conquistando.

Espero que vocês tenham gostado da resenha ❤

Não importa quão tortuoso ou cheio de pedras seja o caminho. Se tiver algo que valha a pena lutar, nós andaremos por ele até o fim, mas para chegar lá precisamos ignorar todas as feridas e pôr em foco os nossos objetivos.

~Duda Almeida

Anúncios

Um comentário sobre “[Resenha] Antes Que o Tempo Acabe — L. A. Melo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s