[Resenha] O Duque e Eu — Julia Quinn

Ei, gente! Quem aqui já está de férias? Infelizmente minhas provas finais nem começaram, então vou ter mais duas longas semanas de aula. Não prometo postar regularmente por conta da correria (serão duas semanas inteirinhas de prova), mas garanto que o resto da equipe vai se esforçar.

Para a resenha de hoje escolhi um livro que amo muito, mas muito mesmo. Vocês já ouviram falar da série Os Bridgertons? Se não, senta aqui do meu ladinho que eu vou te contar tudo. T-U-D-O!

São nove livros, sendo o ultimo uma espécie de epílogo para todos os outros oito, e cada um conta a história de um Bridgerton. Ainda não li todos, estou esperando ansiosamente o cinco e o seis chegar para colocar a leitura em dia.

o-duque-e-eu

Simon Basset, o irresistível duque de Hastings, acaba de retornar a Londres depois de seis anos viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas.

Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar. Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível.

É quando entra em cena Daphne Bridgerton, a irmã mais nova de seu melhor amigo. Apesar de espirituosa e dona de uma personalidade marcante, todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme. E os que têm potencial para ser bons maridos só a veem como uma boa amiga.

A ideia de Simon é fingir que a corteja. Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as jovens obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Daphne. Afinal, se um duque está interessado nela, a jovem deve ter mais atrativos do que aparenta.

Mas, à medida que a farsa dos dois se desenrola, o sorriso malicioso e os olhos cheios de desejo de Simon tornam cada vez mais difícil para Daphne lembrar que tudo não passa de fingimento. Agora ela precisa fazer o impossível para não se apaixonar por esse conquistador inveterado que tem aversão a tudo o que ela mais quer na vida.

Editora: Arqueiro     Páginas: 288     Ano: 2013     Gênero: Romance de Época     Autor: Julia Quinn

Submarino     Saraiva     Arqueiro

A família Bridgerton é um tanto peculiar, primeiramente todos os irmãos têm nomes em ordem alfabética: Anthony, Benedict, Colin, Dafhne, Eloise, Francesca, Gregory e Hyacinth. E que, ao contrário das mamães casamenteiras de séculos atrás, Violet Bridgerton é perspicaz, divertida e determinada. Não luta apenas para encontrar bons partidos para os filhos, mas sim por sua felicidade.

No primeiro livro da série, O Duque e Eu, Londres está um alvoroço. Uma misteriosa colunista que se intitula como Lady Whistledown, está vendendo jornais com fofocas quentíssimas de toda a Alta Sociedade e, se já não bastasse isso, o irresistível Simon Basset, o novo duque de Hastings, está na cidade.

Conhecido por ser um dos maiores libertinos, o que ninguém realmente sabe é sobre a infância triste do rapaz. Simon perdeu a mãe no parto e foi rejeitado pelo pai por ser gago. Mas o garoto não deixou por isso mesmo. Cresceu, enfrentou o problema de fala e ganhou muita fama.

Agora de volta a Londres após receber o ducado, está disposto a passar uma temporada inteira na cidade e resistir às persistentes mamães casamenteiras. O que ele não contava, é claro, é que fugir das argilosas mães desesperadas para casar suas filhinhas com bons partidos (sem contar nas já casadas e super assanhadas) era muito mais difícil do que pensava.

É aí que entra Dafhne, a mais velha das irmãs Bridgertons. Dafhne não só precisa se casar, ela quer se casar e constituir uma família. Mas com três irmãos mais velhos e a ideia de que conhece todas as artimanhas possíveis para se fisgar uma garota, além de seu incrível senso de humor, os rapazes londrinos só a veem como uma boa amiga.

Os dois se encontram no baile organizado pela querida Lady Danbury (vocês aprenderão a amar muito essa velha rabugenta), quando Dafhne está em uma situação um tanto inusitada. Logo a atração dos dois é fortíssima, mas Simon sabe, mesmo com toda sua reputação de libertino, que com damas não se mexe.

Para surpresa deles (e um pouco de decepção por parte do duque), Dafhne é irmã de Anthony, o melhor amigo de Simon. Pronto, só essa informação já deveria ter acendido um painel luminoso indicando “cai fora dessa meu chapa” com letras em neon. Pelo visto, além de gago, Simon possui um alto nível de cegueira.

Após o incidente, o duque de Hastings propõe o seguinte acordo com a bela, adorável e inteligente Srta Bridgerton: Ele fingiria cortejá-la, afinal, se um duque se interessara pela moça, os outros rapazes passariam a olhá-la com outros olhos. Em troca disso, as mães e suas filhas malucas o deixariam em paz.

É lógico que esse acordo tinha tudo para dar errado, mas mesmo assim os dois embarcam nessa loucura.

Vocês vão ver que não tem como conter a gargalhada quando os dois estão juntos, eles são divertidos e espirituosos, o que torna a leitura tranquila, fascinante e com gosto de quero mais.

Julia Quinn é minha autora preferida (leia todas as cartas após o término dos livros e verá do que eu estou falando). Sua escrita é divertida e viciante. Não tem como não amar essa mulher. Além do mais, seus personagens são cativantes e tem personalidade. Admito que a falta de personalidade me irrita em vários livros (o que me leva a deixá-los de lado), mas todos seus personagens são muito bem construídos.

Se vocês gostam de clichês de época é uma excelente pedida, porque é isso que o livro é: um clichê que já devem ter visto inúmeras vezes. Isso foi um dos motivos que me levou a ficar com um pé atrás antes de iniciar a leitura, mas todas minhas reservas foram esquecidas quando conheci os Bridgertons.  Tenho certeza que não irão se arrepender se optarem por esse livro maravilhoso e, um conselho de amiga, compre toda a série de uma vez, os outros livros são sensacionais.

~Duda Almeida 

 

Anúncios

5 comentários sobre “[Resenha] O Duque e Eu — Julia Quinn

  1. Pingback: Os Melhores Livros Para Presentear Quem Você Ama | Aspas & Vírgula

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s